Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Avaliar a ministra

A manifestação deste último sábado em lisboa, por parte de todos nós, professores, em que cerca de 85% (!) de todos os docentes estiveram presentes, não deixa de colocar algumas questões pertinentes: é possível uma educação sem a vontade dos professores? é possível conceber e executar este modelo de avaliação? Esta teimosia da senhora primeira ministra vai-se manter até quando? Serão os resultados escolares obtidos, reais ou fictícios? Terão sido de facto os exames nacionais demasiado fáceis? Então a exigência é só com os professores, enquanto que para os alunos o ensino é facilitado até ao ponto de quase encherem os professores de burocracia, e quase que os obrigando a dar "boas notas" aos alunos?

Dividir uma classe docente em duas, será benéfico ou prejudicial para o bom ambiente nas escolas?

As Novas Oportunidades, as passagens automáticas, os objectivos a atingir pelas escolas e pelos professores, individualmente e outras medidas, têm como objectivo melhorara a qualidade do ensino, ou melhorar a estatística e estrangular os professores?

Dificultar o acesso aos últimos escalões, com quotas de entrada, tem como objectivo, apenas reduzir os custos? Quotas para o excelente? Com o objectivo de premiar o mérito ou condicionar o acesso, para reduzir os custos?

Alguém no goverso se preocupa com o que realmente deveria interessar, que é o de dar mais condições aos professores para ensinar,;valorizar a sua carreira; combater a indisciplina e a violência nas escolas; reduzir o número de alunos por turma, tornando o ensino mais individualizado;  estimular o ensino da língua portuguesa; incentivar o aluno ao cálculo mental e à abstração (...), porque dizer que se tem investido muito na educação, isso não é de todo verdade, pois fornecer computadores com parcerias de operadoras e fábricas de Magalhães para a Venezuela, isso por si só não é investir no ensino.

Só quem está no ensino e sente o que por lá se vai passando é que compreende a indignação dos professores, a sua revolta, o nervosismo e desespero de quem tem feito tudo fazer face a todas as adversidades e obstáculos criados pelas sucessivas políticas governamentais, de ministérios da educação  que tornaram o ensino facilitado, burocrático, que não se sabem colocar no lugar de quem convive diariamente com situações deveras difíceis.

Ahhh, senhora ministra, que miopia, que teimosia, que cara de pau!

 

 

 http://www.escolapublica.com/default.aspx?id_pagina=28

 

 

 

 

publicado por cerqueira-paulo às 17:58
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.arquivos

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Janeiro 2015

. Junho 2014

. Julho 2013

. Junho 2013

. Junho 2012

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Janeiro 2008

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Junho 2006

.posts recentes

. Novo tema (Approuching) -...

. Dobradinha e Triplete!

. Taça é festa?

. Que clima é este??

. E se for Sérgio Conceição...

. O próximo treinador do FC...

. Benfica...Hoje

. Modern Rain Dance

. Modern Rain Dance - Novo ...

. É gira a Net - Novo tema ...

.tags

. todas as tags

.web counter geography

web counter
web counter

.Clica aqui!

.counter

Online psychic
blogs SAPO

.subscrever feeds