Domingo, 11 de Janeiro de 2009

O Nosso Rio Tãmega

texto escrito por mim  e publicado em 2002:

"

Se perguntarmos a algum turista, qual o espaço  que mais lhe agradou em Amarante, quase de certeza que nos responde que foi a área junto ao Largo de S.Gonçalo (Praça da República), rua 31 de Janeiro, a Cândido Reis.

As intervenções que vão ter lugar no Largo de S. Gonçalo e 5 de Outubro seguem-se à requalificação das ruas 31 de Janeiro, Teixeira de Vasconcelos, Miguel Pinto Martins e Miguel Bombarda, inserem-se  num plano global de valorização dos espaços públicos do Centro Histórico de Amarante. Mas é o rio Tâmega que dá extensão, profundidade e significado ao espaço a que me referi.

Naturalmente que  a Cidade tem a sua história e do seu destino  intrinsecamente ligados ao rio Tâmega e à serra do Marão.  Situado como está numa região madeireira, o rio  serviu muitas vezes para transporte rápido e barato de troncos de árvores para as serrações a jusante.

 Hoje  já nem nos seduz pelo seu bucolismo. O rio está mesmo morto.  Lá se vai o tempo em que ele corria com impetuosidade,  fogosidade.  Limpo nunca esteve (que eu me lembre) mas agora é quase um esgoto a céu aberto. Rio Tâmega ou esgoto Tâmega?

 As pessoas mais antigas ainda se lembram de ir lavar roupa ao rio, pescar, sentindo a sua frescura e tomando banhos em água mais ou menos limpa.  E  é por ouvir os seus comentários  que posso comparar com o que se vê agora: ao atravessar a ponte sobre o rio, olha-se para baixo e vê-se um rio que está parado, morimundo, completamente poluído em tons que chegam a ser, por ironia, verdes.        Por estar quase parado, o oxigénio na água não se renova, o que favorece o desenvolvimento de Cianobactérias e de algas que lhe dão aquela cor.

Há quem o recorde com saudade, da sua frescura e beleza.

O rio pode ser aproveitado a nível turístico para diversas actividades, tais como a canoagem, os passeios em guigas e gaivotas, a pesca,  o gozo das praias fluviais. Mas para um óptimo usufruto, era fundamental que estivesse menos poluído.

Sendo tão emblemático para a cidade, é uma lástima para todos que esteja no estado em que está. É até uma vergonha.

Pelas suas margens bordejadas pelos  resistentes  veraneantes, os cheiros nauseabundos acabam por os  repelir, convidando-os a   ir  para outras margens. Da tendência natural de olhar para o rio e exclamar beleza, segue-se habitualmente  um comentário do género: “está horrível este rio”.

Sabemos que a culpa  do seu  estado não é só de uma entidade. Mas a legislação deveria ser mais severa  para com  as indústrias, fábricas, que  despejam  deliberadamente os  seus detritos ao rio. Existem as Estações de Tratamentos de Águas  Residuais (ETAR) com esse objectivo, de tratar as águas. Mas é claro que é menos dispendioso derramar o lixo nos rios.

Mas não é só a Indústria. Os próprios Agricultures também despejam os seus detritos na  água. Os adubos  e pesticidas, também vão lá parar de qualquer forma.  E os

Nitratos acabam por se transformar em Nitritos que são dissolvidos na água e entram na nossa cadeia alimentar através das plantas.

 E mesmo a nível doméstico, ainda há pessoas sem consciência que  acham ter  o direito de fazer do ecossistema rio um esgoto.

A nível urbanístico,  todas as requalificações que se façam (nomeadamentea requalificação da rua 31 de Janeiro, toda a requalificação da praça da República, requalificação da rua 5 de Outubro, a repavimentação da ponte de S.Gonçalo) fazem muito mais sentido quando aliadas ao elemento natural rio Tâmega. Este elemento  é que  valoriza toda aquela área!

Mesmo a nível cultural, que valor teriam as obras do grande Teixeira de Pascoaes, sem a contemplação  e a alusão ao rio Tâmega? Ou melhor, sem a beleza do mesmo? Era com toda a certeza uma das suas grandes fontes de inspiração. As suas obras comprovam isso mesmo.

Acho que nunca tinha visto o rio tão sujo, nesta altura do ano. Está mesmo com um aspecto lastimável, miserável. Está completamente podre.

Amarante,  é uma verdadeira Princesa do Tâmega (não estou a publicitar a agência).

Por isso mesmo é com tristeza que escrevo estas linhas.

 

publicado por cerqueira-paulo às 22:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.arquivos

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Janeiro 2015

. Junho 2014

. Julho 2013

. Junho 2013

. Junho 2012

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Janeiro 2008

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Junho 2006

.posts recentes

. Novo tema (Approuching) -...

. Dobradinha e Triplete!

. Taça é festa?

. Que clima é este??

. E se for Sérgio Conceição...

. O próximo treinador do FC...

. Benfica...Hoje

. Modern Rain Dance

. Modern Rain Dance - Novo ...

. É gira a Net - Novo tema ...

.tags

. todas as tags

.web counter geography

web counter
web counter

.Clica aqui!

.counter

Online psychic
blogs SAPO

.subscrever feeds